top of page

Yasmin Brunet e Compulsão Alimentar

Hoje a @yasminbrunet fez um desabafo sobre uma situação sofrida que está vivendo no @bbb.



Gostaria de explicar para as pessoas que possam estar passando por situações parecidas, que existem formas de aliviar esse sofrimento através de psicoterapia e auxílio médico.


Todas as vezes que nossas emoções estão desreguladas para mais ou para menos, ou seja, quando temos emoções positivas como alegria, inspiração, desejo ou quando temos emoções negativas como tristeza, ansiedade, desprazer, mágoa, preocupação, a compulsão alimentar pode aparecer como um comportamento para tentar reduzir esse desconforto emocional. As nossas emoções funcionam como um gatilho para disparar comportamentos inapropriados diante dos alimentos. E essas situações podem evoluir para o diagnóstico de Transtorno Alimentar.



Você sabe o que são os Transtornos Alimentares?



Os #transtornosalimentares são quadros em que o comportamento alimentar e a forma como as pessoas percebem o próprio corpo estão comprometidos.



Os três tipos mais comuns são a #anorexianervosa, #bulimia e o #transtornodecompulsãoalimentar (TCAP).



Existem outros tipos além desses que irei falar em outro momento.



O Transtorno de Compulsão Alimentar é um distúrbio caracterizado pela ingestão exagerada de alimentos em que a pessoa perde do controle do que está comendo, mesmo sem a presença de fome. Não existe diferença se doces ou salgados. O que existe em comum é o sofrimento que isso traz.


Quando isso acontece de forma repetida (pelo menos uma vez por semana durante 3 meses) podemos ter o diagnóstico do Transtorno Compulsivo Alimentar Periódico (TCAP).



O TCAP é caracterizado pelo consumo de grande quantidade de alimentos acompanhandos do sentimento de falta de controle e culpa.



Essa situação pode ocorrer em pessoas obesas e também em pessoas de peso normal que podem caminhar para o sobrepeso e então obesidade. Além do risco de desenvolver doenças associadas como a dislipidemia (aumento do colesterol), alteração do açúcar do sangue e pressão alta.



Existe tratamento medicamentoso para esse transtorno e seu médico de confiança poderá prescrevê-lo.



Busque ajuda.








Comentarios


bottom of page